Concursos

Custo significativo em relação ao custo total

CPC 27 – Ativo Imobilizado – O que é custo significativo?

Olá amigos do Portal R.A. Tudo bem? Aqui é o Prof. Marco Diniz de Contabilidade Geral e Avançada.

Pessoal, um dos CPCs muito cobrado em provas é o CPC 27 – Ativo Imobilizado. Assim, convido você a analisar, junto comigo, um item importante desse CPC, qual seja, item 43. Vamos lá!?

No item 43, temos:

– Cada componente de um item do ativo imobilizado com custo significativo em relação ao custo total do item deve ser depreciado separadamente.

Pense em um motor de um avião. Essa parte da aeronave (que tem custo significativo em relação ao custo total) deprecia mais rapidamente do que a carcaça. Nesse caso, o CPC determina que o cálculo da depreciação do motor seja separado do restante. Entendido?

Vejamos como isso já foi explorado em concurso!

Questões anteriores!

(FUNDEP/Uberaba/Analista/ 2016) Analise a situação fictícia a seguir.

A empresa Edição S.A. adquiriu em 2 de julho de 2014 uma aeronave para transporte de seus diretores por R$ 40.000.000,00. Sabe-se que as duas turbinas representam 20% do custo total, possuindo uma vida útil de 8 anos. A estrutura da aeronave possui uma vida útil de 20 anos e valor residual de R$ 3.200.000,00.

Considerando essa situação, assinale a alternativa CORRETA.

a) A despesa de depreciação em 2014 foi de R$ 1.350.000,00.
b)  A depreciação acumulada em 2015 será de R$ 3.660.000,00.
c)  A despesa de depreciação das turbinas em 2014 foi de R$ 135.000,00.
d)  A despesa de depreciação das turbinas em 2014 foi de R$ 100.000,00.

Solução:

 A questão trata da depreciação de imobilizado com custo significativo. Diante desses custos, Adriano (2016) discorre que cada componente de um item do ativo imobilizado com custo significativo em relação ao custo total do item deve ser depreciado separadamenteAcompanhe os cálculos:

Custo das turbinas = 20% × aeronave = 20% × 40.000.000 = 8.000.000

Custo da estrutura = 80% × aeronave = 80% × 40.000.000 = 32.000.000

Pessoal, antes de continuar, vamos olhar as opções de respostas ! Por que professor? Simples: vamos tentar agilizar a resolução e ganhar tempo na hora da prova!

As letras A, C e D falam em despesas de depreciação em 2014. Vamos começar, então, calculando a depreciação de 2014, otimizando nosso tempo de resolução. Veja:

Cálculo da Depreciação em 2014

  • período de utilização em 2014 = 6 meses ou 0,5 ano (de julho a dezembro)
  • valor residual da aeronave (estrutura) = 3.200.000

Depreciação 2014 = (depreciação das turbinas 2014 + depreciação da estrutura 2014)

Depreciação 2014 = {[(0,5 ano/8 anos) x 8.000.000] + [(0,5 ano/20 anos) x (32.000.000 – 3.200.000)]}

Depreciação = 500.000 + 720.000

Depreciação 2014 = 1.220.000,00

Chegamos ao valor de R$ 1.220.000,00. Assim, descartamos a letra A. Letras C e D eliminadas, pois o valor da depreciação das turbinas em 2014 foi R$ 500.000,00!

Gabarito: Letra B.



DEPRECIAÇÃO ACUMULADA EM 2015

Galera, perceba que na hora da prova não precisava calcular a depreciação de 2015. Você já “matava” a questão só com o cálculo da depreciação de 2014. Escolhi essa questão por dois motivos: é um tema atual; e para mostrar essa dica de como resolver questões de contabilidade de forma otimizada. Portanto, não saia logo fazendo cálculos. Leia o comando da questão e olhe para as opções de respostas buscando otimizar seu tempo. Beleza?

Pois bem! Vejamos, então, como fica o cálculo de 2015

  • A depreciação em 2015 será o dobro da depreciação em 2014, pois em 2014 a aeronave foi depreciada apenas 6 meses ou 0,5 ano.

Depreciação 2015 = 2 × depreciação 2014

Depreciação 2015 = 2 × 1.220.000

Depreciação 2015 = 2.440.000

Agora, calculando a depreciação acumulada:

Depreciação Acumulada 2015 = (depreciação 2014 + depreciação 2015)

Depreciação Acumulada 2015 = 1.220.000 + 2.440.000

Depreciação Acumulada 2015 = 3.660.000


Sergio Adriano. Contabilidade Geral 3D – 3ª Ed. Salvador: Juspodivm, 2016


Conheça meus cursos!!

Pessoal, finalizando este artigo, convido para conhecer nossos cursos em PDF versão 2018. Os curso de Contabilidade para Auditor Fiscal ICMS DF, ICMS GO e Analista tributário da Receita Federal (ATRFB) já estão em processo de inserção e dentro de alguns dias já estarão liberados. Os demais, já estão sendo disponibilizados, são eles:

Contabilidade Geral e Avançada p/ Auditor Fiscal da Receita Federal – PDF

Contabilidade Geral – SEFAZ BA – Auditor PDF

Contabilidade Geral – Auditor Estadual de Controle Externo – TCM/BA – PDF

Deixo meus contatos:

https://www.facebook.com/profile.php?id=100008887144907

https://www.facebook.com/groups/1933578073627105/

https://www.instagram.com/prof.marco.diniz/

https://www.youtube.com/channel/UC10ru16O0MPexZ6FPHqtcdQ

Forte Abraço,

Prof. Marco Diniz.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

×