Autorizado o Concurso SEFAZ BA para Cargo de Agente de Tributos

O governador Rui Costa autorizou a realização do concurso Agente de Tributos para o preenchimento de 20 vagas e o Sindicato dos Servidores da Fazenda do Estado da Bahia confirmou esta autorização.

 

De acordo com o Sindsefaz, a Nota Técnica para começar o processo de organização do concurso já foi realizada, inclusive, houve a publicação da dispensa da licitação para a contratação da empresa responsável pelo certame.

Se você deseja estudar para este concurso, então não deixe de acompanhar as informações relevantes.

 

Concurso SEFAZ BA

Para passar em um concurso público é necessário dedicação e persistência, assim como também muitas horas de estudo.

E se você deseja ingressar como servidor na Secretaria de Fazenda da Bahia, então deve começar agora mesmo a sua preparação.  Quanto mais cedo iniciar os estudos, mais chances terá em ser aprovado.

 

1 – Atribuições do cargo de Auditor Fiscal

  • Créditos relativos a compensações e participações financeiras decorrentes da exploração de recursos hídricos para fins de geração de energia elétrica e de recursos minerais, por meio da lavratura de autos de infração.
  • Créditos tributários, salvo na fiscalização de mercadorias em trânsito e nos estabelecimentos de microempresas e de empresas de pequeno porte que sejam optantes pelo Simples Nacional;
  • Efetuar, privativamente, perícias, revisões fiscais e contábeis;
  • Julgar, privativamente, no âmbito administrativo como representantes da Fazenda Pública, processos de impugnação de lançamentos de créditos tributários;
  • Formular estudos econômicos e políticas de administração tributária, financeira, contábil e previdenciária em âmbito estadual;
  • Participar da elaboração das propostas do plano plurianual, das diretrizes orçamentárias e dos orçamentos anuais…
  • Planejar, coordenar e executar as atividades de controle interno no âmbito do Poder Executivo Estadual;
  • Planejar, coordenar e executar atividades de elaboração e divulgação de atos normativos, de elaboração de pareceres sobre a interpretação e a aplicação da legislação tributária e de orientação aos contribuintes e aos servidores do Grupo Ocupacional Fisco;
  • Planejar, coordenar e executar atividades de fiscalização de receitas estaduais em estabelecimentos e no trânsito de mercadorias;
  • Planejar, coordenar e executar atividades de orientação aos demais órgãos e entidades do Estado no tocante à legislação tributária, financeira, contábil e previdenciária;

 

2 – Requisitos Concurso SEFAZ BA de Auditor

Para o cargo de Auditor Fiscal é necessário ter curso superior em Administração, Ciências Econômicas, Ciências Contábeis, Direito, Engenharia, Informática, Sistemas de Informação, Ciência da Computação ou Processamento de Dados, reconhecidos pelo Ministério da Educação – MEC.

 

3 – Remuneração

A remuneração inicial para o cargo de Auditor Fiscal é composta por:

  • Vencimento básico: R$ 1.970,72
  • Gratificação de Atividade Fiscal: R$ 1.970,72 a R$ 9.459,45
  • Prêmio por Desempenho Fazendário: R$ 4.389,18

 

4 – Último concurso SEFAZ BA

A Secretaria da Fazenda da Bahia realizou concurso para Auditor Fiscal neste ano e a banca organizadora foi a Fundação Carlos Chagas.

Foram disponibilizadas 60 vagas para o cargo de Auditor Fiscal e 13.169 candidatos se inscreveram.

O concurso foi composto por 4 etapas:

  • I – Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais (eliminatória e classificatória);
  • II – Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos (eliminatória e classificatória);
  • III – Prova Discursiva de Conhecimentos Específicos (eliminatória e classificatória);
  • IV – Prova de Títulos (classificatória).

 

4.1 – A prova objetiva

Os candidatos foram considerados habilitados nas Provas Objetivas I e II desde que, cumulativamente

  • Obtivesse, no mínimo, 60,00 pontos da pontuação máxima da Prova I – Prova Objetiva de Conhecimentos Gerais;
  • Obtivesse, no mínimo, 99,00 pontos da pontuação máxima da Prova II – Prova Objetiva de Conhecimentos Específicos.

Na prova I, foram cobrados conhecimentos gerais nas seguintes disciplinas:

  • Língua Portuguesa
  • Direito Constitucional e Administrativo
  • Direito Tributário
  • Contabilidade Geral
  • Estatística
  • Noções de Igualdade Social e de Gênero

A prova teve duração de 3 horas e possuía 60 questões de múltipla escolha, valendo cada uma, 2 pontos.

Na prova II, foram cobrados conhecimentos específicos (Administração, Finanças e Controle Interno) nas seguintes disciplinas:

  • Economia e Finanças públicas
  • Auditoria
  • Matemática Financeira
  • Contabilidade Aplicada ao Setor Público
  • Noções de Informática

Na prova II, foram cobrados conhecimentos específicos (Tecnologia da Informação) nas seguintes disciplinas:

  • Informática
  • Gestão Organizacional
  • Matemática e Raciocínio lógico

 

Na prova II, foram cobrados conhecimentos específicos (Administração Tributária) nas seguintes disciplinas:

  • Noções de Informática
  • Auditoria
  • Matemática e Raciocínio lógico
  • Estatística Aplicada
  • Legislação Tributária

 

5 – A preparação do candidato

O candidato que deseja se preparar para o Concurso Agente de Tributos deve começar o mais rápido possível os estudos.

A preparação adequada é aquela composta por materiais de qualidade, caso contrário, poderá ter lacunas de conhecimentos.

Se você está à procura de um curso que realmente ajudará você a obter êxito em um concurso, então está na hora de conhecer o Portal Ricardo Alexandre.

No Portal Ricardo Alexandre, você terá acesso aos melhores professores e conteúdo.

Além disso, pensando na facilidade para os alunos, as aulas podem ser acessadas onde e quando quiser!

O Portal também oferece planos de assinaturas e com isso, você terá acesso a mais de 5.000 aulas de ótima qualidade.

O que você está esperando?  Entre agora mesmo em contato conosco e dê o pontapé certeiro na sua aprovação.

 


Conheça nossos planos de assinatura. Todos os conteúdos para o concurso em um só lugar

Comentários